Algumas funcionalidades do website poderão não funcionar correctamente, por favor active o Javascript no seu browser.

Segurança infantil em casa: alterações simples para proteger o bebé

Agora que o vosso bebé está em fase de exploração devem preparar-se para tornar a vossa casa mais segura para o bebé. É mais fácil do que parece!

 

Algumas dicas de segurança infantil para adaptar a casa às atividades do bebé

Partilhamos consigo algumas dicas que pode por em prática, de forma a adaptar a casa às necessidades e evitando os riscos mais comuns para o bebé:

  • Decoração: Tenha especial atenção a tudo o que estiver ao alcance das mãos da criança: um candeeiro de parede, um quadro, um prato pendurado ou um espelho. Prescinda dos objetos decorativos que se encontrem ao nível do chão, pelo menos durante alguns anos!

  • Torneiras e água quente: A pele do bebé é muito sensível, pelo que deve ter cuidado com as torneiras e saídas de água quente. 

  • Eletricidade: Utilize extensões com fichas protegidas e adaptadores com interruptores e sinais luminosos que avisem da passagem de corrente. Para tapar as fichas utilize protetores que tenham a dimensão adequada.

  • Escadas: Instale barreiras de segurança, uma na parte superior e outra na inferior, homologadas e com as grades unidas.

  • Prateleiras: Apesar de serem uma ótima solução de arrumação, as estantes e prateleiras são por vezes um risco para a segurança infantil, se não forem devidamente instaladas e arrumadas. Verifique se as prateleiras e estantes estão bem fixas, pois o seu bebé vai tentar escalar ou apoiar-se nelas quando começar a dar os primeiros passos e coloque tudo o que estiver ao seu alcance nas prateleiras mais altas. 

  • Janelas e varandas: Não deixe janelas ou portas abertas e coloque grades de segurança para janelas e varandas.

  • Flores e plantas: É melhor evitar colocar plantas ao nível do chão até o bebé crescer o suficiente. 

  • Móveis: Cubra as saliências e esquinas das mesas, cadeiras e prateleiras com proteções de cantos.

  • Portas: Para evitar que uma porta entale a mão do seu bebé, pode instalar sistemas de segurança que limitem a velocidade do fecho e amortizem a batida da porta.

  • Chão: Os revestimentos em plástico e borracha são a melhor solução. Se tiver tijoleiras, estas devem ser anti-deslizantes e, se tiver carpete deve optar por uma hipoalergénica. Tente mantê-los, também, sempre limpos, secos e sem gordura ou detergentes.

  • Paredes: Não se esqueça de verificar se estão forradas com papel de parede ou se estão pintadas, se não contêm produtos tóxicos e se o papel não se descola com facilidade.

  • Berço: Escolha uma cama com grades que não estejam separadas em mais de 6 cm. Os colchões devem ficar acomodados e bem ajustados contra os lados da cama sem deixar mais de 2 dedos entre o colchão e o lado da cama. Tire tudo o que estiver ao seu alcance e não deixe nada dentro da cama. Mantenha-o também longe de cabos elétricos e cortinas que podem potenciar incidentes que ponham em causa a segurança do bebé.

  • Brinquedos: Leia as instruções, a idade recomendada e os alertas de segurança do fabricante e verifique se tem o símbolo CE (garantia de que o brinquedo está em conformidade com a diretiva de segurança da União Europeia). Quanto aos bonecos e peluches, não devem ter peças que se possam soltar, as costuras devem ser resistentes e não devem libertar pêlo, principalmente os peluches.

  • Produtos tóxicos e potencialmente perigosos: Guarde todos os produtos de limpeza, medicamentos, sacos do lixo e objetos afiados fora do alcance das crianças, em gavetas e armários elevados, por exemplo.

  • Eletrodomésticos: Coloque-os em segurança para evitar que a criança possa abrir qualquer eletrodoméstico. Estes são normalmente concebidos para uso de adultos, pelo que a segurança no manuseamento infantil não é normalmente um critério que o fabricante tenha em especial consideração.

  • Fogões e vitrocerâmica: Coloque sempre os cabos das frigideiras e caçarolas virados para dentro, para que o bebé não consiga agarrá-los e habitue-se a cozinhar com o fogão mais afastado de si.

Artigos Relacionados

  • 7º Mês

    O seu bebé poderá estar pronto para experimentar novos alimentos. Descubra o que esta segunda etapa da diversificação alimentar significa para si e pa…
    Ler mais
  • 8º Mês

    Este mês, descubra como poderá introduzir alimentos mais espessos e com pedaços na alimentação do seu bebé.
    Ler mais
  • 9º Mês

    O seu bebé deverá comer uma grande variedade de alimentos nesta fase para obter todos os nutrientes necessários. Saiba como dar ao seu bebé uma alimen…
    Ler mais

Apoio ao cliente
Entre em contacto com
as nossas especialistas