Algumas funcionalidades do website poderão não funcionar correctamente, por favor active o Javascript no seu browser.
01 Setembro, 2021

Como ajudar o bebé no aparecimento dos primeiros dentes?

O início da dentição, ou o aparecimento do primeiro dente, ocorre maioritariamente pelos 6 meses de idade, podendo variar para mais, ou menos, a depender da criança. Esta fase pode ser um desafio na vida dos pais e do bebé, uma vez que o nascimento dos dentes vem acompanhado de dor local, irritação e diminuição do apetite.

Durante a erupção dos dentes a criança pode apresentar as gengivas inflamadas, o que provoca algum desconforto. É normal que a criança coloque as mãos na boca, bem como alguns objetos, tentando aliviar a dor, entre outras manifestações. É preciso que os pais ou cuidadores estejam atentos e ajudem o bebé a ultrapassar da melhor forma possível esta fase, que traz alguma instabilidade.

 

Atente nos sintomas mais comuns:

  • choro e irritabilidade;
  • inflamação da gengiva;
  • salivação abundante;
  • dificuldade em dormir e sono agitado;
  • dermatite da fralda;
  • diarreia;
  • febre baixa e passageira;
  • eczema no ânus e na boca;

 

Conheça o calendário da primeira dentição (dentição de leite ou decídua):

  • 4 meses-20 meses: nascem 8 dentes incisivos;
  • 12 meses-22 meses: nascem os primeiros 4 primeiros molares (total de 12 dentes);
  • 14 meses-24 meses: nascem os 4 caninos (total de 16 dentes);
  • 16 a 36 meses: aparecem os 4 segundos molares (total de 20 dentes). Completam-se os 20 dentes da dentição de leite.

 

Para amenizar estes sintomas, há algumas estratégias que pode adotar:

  • Ofereça anéis de dentição que ajudem a criança a aliviar a dor da gengiva, especialmente os que podem ser colocados no frigorífico;
  • Massaje a gengiva do bebé com os dedos após lavar adequadamente as mãos ou com uma luva de silicone. Consoante a reação da criança, verá se a massagem está a ajudar ou não;
  • Escove os dentes ou a própria gengiva com escovas macias e adequadas à idade;
  • Ofereça alimentos mais duros, como pedaços de maçã, mas em porções pequenas e sempre sobre vigilância, para evitar que a criança se engasgue;
  • Coloque babetes ou fraldas de tecido para proteger o peito e o pescoço do bebé, porque o fluxo da baba aumenta durante a dentição e isto faz com que estas zonas fiquem molhadas, podendo favorecer constipações;
  • Se o bebé criar feridas nos cantos da boca e vermelhidão/inchaço nas bochechas, de tanto se babar, existem cremes especiais para bebé nas farmácias;
  • Para evitar que o rabinho fique irritado, os pais podem mudar a fralda com mais frequência e aplicar um pouco de creme para proteger a pele;
  • As distrações, a atenção e o carinho são sempre uma excelente forma de ajudar o bebé durante a difícil fase da dentição;

 

Cuidados que deve ter?

  • Medicar com anestésicos de aplicação local ou analgésicos não é adequado sem indicação do pediatra, especialmente se a criança tiver febre ao mesmo tempo;
  • Não deve saltar a escovagem de rotina, uma vez que a acumulação de leite e alimentos pode piorar a inflamação ou propiciar o aparecimento de infeções secundárias.

 

Quando iniciar a higiene oral?

Ainda antes de ocorrer a erupção do primeiro dente os pais devem fazer a higiene oral do bebé, após a última mamada. Depois de nascer o primeiro dente, a higiene oral deve ser incorporada na rotina diária, duas vezes por dia (uma delas depois da última refeição do bebé).

 

Na lavagem dos dentes, qual a pasta dentífrica indicada?

Entre os 0 e os 5 anos, segundo as indicações da DGS, após a erupção do primeiro dente a pasta indicada deve apresentar uma concentração de 1000 a 1500 ppm de fluoretos, e a higiene oral deve ser efetuada por um adulto, duas vezes por dia. Atualmente só está indicada a utilização de suplementos de flúor sistémico em casos excecionais de elevado risco de cárie.

 

Não se esqueça: fale sempre com o seu profissional de saúde, nomeadamente o pediatra ou dentista/odontopediatra que segue a criança, caso tenha dúvidas sobre esta ou outras questões.

 

Referências:
https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/normas-e-circulares-normativas/circular-normativa-n-09dse-de-19072006-pdf.aspx
https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/oral-health
http://nocs.pt/wp-content/uploads/2015/11/Programa-Nacional-Saude-Oral-2011.pdf
https://www.eapd.eu/

Artigos Relacionados

  • 1ª Semana

    Este é um momento fantástico e deveras emotivo. Leia os nossos conselhos sobre como cuidar de si e do seu recém-nascido.
    Ler mais
  • 2ª Semana

    O seu bebé tem apenas duas semanas de idade, mas já começam a ocorrer mudanças. Descubra quais são as metas importantes que o seu bebé poderá alcançar…
    Ler mais
  • 3ª Semana

    As noites mal dormidas estão a afetá-la? Leia as nossas dicas sobre como lidar com a falta de sono e saiba como os sentidos do seu bebé estão a evolui…
    Ler mais

Apoio ao cliente
Entre em contacto com
as nossas especialistas