Sushi na gravidez

Sushi na Gravidez: dicas para combater o desejo

Durante o período de gestação é comum muitas mulheres sentirem desejo por certos alimentos. Para as mães apreciadoras de sushi o desafio poderá ser maior uma vez que o consumo de sushi na gravidez é normalmente desaconselhado. Neste artigo damos-lhe algumas dicas e opções saudáveis para combater o desejo por sushi durante a gravidez. 

Como combater o desejo por sushi na gravidez?

Resistir a algo pode ser um desafio, no entanto com força de vontade e algumas técnicas de concentração poderá encontrar uma forma de desviar a sua atenção do fruto proibido e fugir ao desejo por sushi durante a gravidez:

 

 

1 - Concentre a sua atenção numa atividade

 

Abstraia-se destes pensamentos e tente concentrar-se em alguma atividade que lhe traga algum prazer, como seja ler um livro, preparar a decoração do quarto ou roupas do bebé, ou até mesmo fazer uma caminhada. O importante é que se divirta no processo.

 

 

2 - Faça exercícios de respiração

 

A prática da meditação recorre muito a exercícios de respiração para ajudar a encontrar um foco e concentração. Este processo poderá ser benéfico para a ajudar a remover o pensamento de comer sushi (ou até mesmo doces, caso estes estejam desaconselhados no seu caso) e ao mesmo tempo relaxar. Para tal selecione um local confortável e silencioso, preferencialmente, onde possa fechar os olhos ou deitar-se. Faça inspirações e expirações de 7 segundos cada e concentre o seu pensamento na contagem. Se for do seu agrado coloque uma música agradável para ajudar a uma maior descontração.  

O que pode comer em substituição do sushi?

Sabemos que um desejo dificilmente é substituído por outro, no entanto existem vários alimentos que, para além de saborosos  ajudam a saciar o apetite, com o extra de serem saudáveis:

 

- Batidos de fruta: a banana e o abacate são frutas com um teor energético elevado, que para além de lhe conferirem energia, têm uma série de benefícios nutricionais. Evite, no entanto, misturar as duas frutas, opte entre uma ou outra. Se lhe apetecer algo mais guloso, triture ou a banana ou o abacate (bem maduro) e junte-lhe uma colher de sopa de sumo de limão, adicione mel e frutos secos do seu agrado e coma à colher. 
 
- Sushi vegan: o sushi vegan surgiu em linha com as diferentes opções alimentares praticadas na atualidade. Como o nome indica e em consonância com a própria filosofia, o sushi vegan não inclui peixe ou marisco e são utilizadas essencialmente frutas e vegetais. É, portanto, um possível tipo de sushi para consumir na gravidez, desde que os ingredientes tenham sido devidamente lavados e desinfetados. Não recomendamos no entanto a ingestão destes alimentos fora de casa.
 
- Bebidas quentes: seja pontualmente um chocolate negro quente ou um chá do seu agrado, as bebidas quentes conferem uma sensação de saciedade que acaba por reduzir, momentaneamente, a vontade de comer. Neste ponto aconselhamos que consulte o seu profissional de saúde quanto aos chás mais indicados a consumir durante o período de gestação. 

Fique longe de tentações

A melhor forma de evitar uma tentação passa também por não nos “cruzarmos” com ela. Tendo isto em conta, aconselhamo-la a evitar ao máximo a proximidade com um dos frutos proibidos na gravidez: sushi.

 

Em caso de um jantar de amigos ou família, apele à sensibilidade das pessoas que lhe são mais próximas para que evitem o consumo de sushi na sua presença. Evite também visitas a espaços onde este tipo de prato é confecionado.

 

Acima de tudo mantenha-se positiva e tenha força de vontade, uma vez que o período de gestação são apenas 9 meses,e quando menos esperar poderá voltar a usufruir dos pratos que mais gosta sem preocupações. 

Nutrição para a saúde futura do bebé