Com quantos meses o bebé começa a falar

Com quantos meses o bebé começa a falar

Ouvir o seu bebé pela primeira vez é uma sensação fantástica! Embora seja um simples balbucio ao início, a partir deste momento vai sempre adicionando novas palavras ao seu discurso. Todos os pais se questionam com quantos meses o bebé começa a falar, mas não nos podemos esquecer que todas as crianças são diferentes e não existe um momento certo para começar a falar. No entanto, estas fases gerais vão ajudá-la.

Evolução da fala no bebé: O primeiro aniversário

Sabia que as crianças adoram ouvir vozes e que mesmo antes de nascerem já ouvem as conversas do exterior? Por isso é importante que fale com o seu bebé e que o estimule com respostas carinhosas, faça gestos e mantenha sempre o contacto visual com ele, para começar a entender que a comunicação é mais do que palavras!

 

Ao completar um ano de idade, de certeza que já balbucia e tenta seguir o rumo das conversas com palavras que não existem ou juntando as poucas que conhece. Apesar de geralmente, quando começa a falar, no vocabulário do bebé apenas existirem as palavras “mamã” e “papá”, o bebé entende muitas mais palavras do que imagina! 

Evolução da fala no bebé: 18-24 meses

Nesta fase, o seu bebé demonstrará um total interesse pelo ambiente que o rodeia podendo chegar a aprender até 10 palavras por dia! Também consegue associar nomes a pessoas conhecidas e sabe que aprender a falar é a melhor forma de conseguir o que quer.

Evolução da fala no bebé: Como o pode ajudar

Não se preocupe em saber ao certo com quantos meses o bebé vai começar a falar, importa sim saber que o cérebro de uma criança nesta fase é como uma esponja e está constantemente a absorver palavras. Quanto mais falar com ele e o escutar, mais poderá aprender. É também importante ajudá-lo a entender o que ouve, para o seu processo de socialização e capacidade de concentração. Estas dicas simples vão ajudá-la a fazê-lo:

 

- Fale com o seu bebé cara a cara: mantenha o contacto visual, desta forma ele irá entender que as palavras são muito mais do que sons.

 

- Toque ou aponte para as coisas das quais está a falar: vá atribuindo nomes às coisas que fazem parte do seu dia-a-dia, como a roupa ou os brinquedos para que o seu bebé crie associações.

 

- Fale com o bebé num ambiente silencioso, onde a poderá ouvir melhor. Assim, não haverá distrações como a rádio, televisão ou outro tipo de ruídos exteriores e poderão concentrar-se melhor um no outro.

 

- Fale sobre o que estão a fazer: “Estás a empurrar o carrinho.” “Estás a pintar com lápis de cera.” Se lhe explicar o que estiver a fazer, vai ajudá-lo a recordar os nomes. Também lhe pode dizer o que faz em casa ou na rua.

 

- Faça coisas novas: as crianças aprendem com a experiência. Se o seu filho olhar para si enquanto estiver a preparar a refeição e lhe for dizendo os nomes dos ingredientes, poderá ajudá-lo a recordar-se dos diferentes nomes dos alimentos. Se, por outro lado, for com ele ao zoo ver os animais, em vez de os mostrar num livro, os nomes irão adquirir um maior significado para ele.

 

- Pratique uma leitura diária: ao ler-lhe histórias vai estimular a sua capacidade de comunicação e quando já souber a sua história favorita, vai aperceber-se de que, se parar antes do final de uma frase importante, ele irá terminá-la sozinho! 

 

- Cantar ajuda: não é preciso ter uma voz de rouxinol para funcionar! Com as canções, os sons são emitidos de forma mais lenta e o seu filho vai captar melhor a pronúncia.

 

- Fale devagar: tal como nas canções, ao falar devagar vai ajudá-lo a recordar os diferentes sons.

 

- Rimas infantis: a leitura de versos infantis é outra forma divertida de ajudar as crianças a aprender sons e palavras. Se se recordar de alguma, de certeza que vai começar a sorrir e a rir às gargalhadas.

 

- Não hesite em repetir: seja a ler, a cantar, a rimar ou a falar. Ao fazê-lo várias vezes, a criança aprende com maior facilidade.

 

- Incentive-o muito: aplauda com gosto o seu filho quando ele disser palavras que já conhece ou se tentar dizer outras novas. Se as disser mal, repita-as da forma correta e passe logo para outra coisa.

 

- Ensine-o a ser educado: o seu filho é “todo ouvidos” nesta fase, por isso aproveite para lhe ensinar regras básicas de educação desde o início, como: “olá”, “se faz favor” e “obrigado”.