Artigos

Mulher que sente ansiedade na gravidez

Ansiedade na gravidez e alterações emocionais

É perfeitamente normal que passe por mudanças de humor, cansaço e sinta alguma ansiedade na gravidez, especialmente durante o 3º trimestre. Leia as nossas dicas para lidar com os altos e baixos.

Ansiedade na gravidez

A gravidez é sinónimo de preocupação para a maioria das futuras mães. Afinal de contas, há uma nova vida a crescer dentro de si. É natural que se preocupe com o que come, bebe, sente e pensa. É normal que se sinta inquieta e algo ansiosa sobre se o seu bebé é saudável e se está à altura da tarefa da maternidade. No entanto, se a ansiedade na gravidez estiver a tomar conta da sua vida, chegou o momento de encontrar uma melhor maneira de lidar com isso.

 

Partilhar as suas preocupações com as pessoas que lhe são mais próximas poderá ajudá-la a diminuir a ansiedade na gravidez. Só o facto de verbalizar as suas preocupações pode fazer com que desapareçam ou ajudá-la a encontrar soluções.

 

Dos exames pré-natais a questões relacionadas com o parto, a nutrição e a preparação para o nascimento, apresentar-lhe-emos um guia passo a passo e fornecer-lhe-emos todas as informações aprofundadas de que necessita para um 3º trimestre feliz e saudável. Tudo para que se sinta mais tranquila, podendo ajudar a diminuir a ansiedade na gravidez.

 

Mudanças de humor

As mudanças de humor são bastante comuns durante a gravidez e não são nada surpreendentes. Está a passar por um evento que vai mudar a sua vida, e que também a faz mudar fisicamente. Além das preocupações naturais sobre tornar-se mãe, é afetada por aumentos dos níveis de estrogénio e progesterona, o que influencia os seus neurotransmissores. Estes neurotransmissores enviam mensagens ao cérebro permitindo-lhe sentir emoções. Um aumento súbito de hormonas pode fazer com que sinta oscilações emocionais.

 

É comum sentir-se mal-humorada por volta das 6-8 semanas de gravidez. À medida que o seu organismo se ajusta aos níveis de hormonas, deverá sentir-se mais calma quando entrar no 2º trimestre. Mas os sintomas poderão regressar no terceiro, altura em que a ansiedade na gravidez e a fadiga poderão acentuar-se.

 

Uma gravidez é algo incrível, mas também pode ser uma sensação esmagadora. Poderá sentir que os sintomas físicos da gravidez, tais como o aumento de peso, a azia, a fadiga e a vontade frequente de urinar, são como um fardo.Tudo isto pode fazer com que se sinta numa montanha-russa emocional.

Fadiga

Os e 3º trimestres da gravidez são os períodos em que está mais propensa a ficar cansada. 

 

Quando chega ao 3º trimestre, o tamanho da sua barriga pode fazer com que seja difícil sentir-se confortável ou desfrutar de uma noite de sono decente. Se acorda com frequência, apresentamos-lhe alguns conselhos:

  • Procure fazer pequenas sestas durante o dia. Apenas 15 minutos poderão fazer com que se sinta mais revigorada
  • Coloque uma almofada entre os seus joelhos e durma com as pernas ligeiramente dobradas
  • É desaconselhado dormir de costas, pois isso pode causar-lhe dores nas costas e interferir com a sua circulação sanguínea
  • Em vez disso, procure dormir sobre o lado esquerdo. Isto ajuda o seu coração e permite um fluxo de sangue máximo para o seu bebé
  • Tenha almofadas ao seu alcance. Pode usá-las para apoiar a barriga e a parte inferior das costas
  • Aceite todas as ofertas de ajuda e peça apoio aos seus familiares e amigos.

Permanecer paciente para ajudar a reduzir estados de ansiedade

O último estádio da sua gravidez poderá parecer interminável, mas vale a pena lembrar-se que a data prevista para o nascimento do seu bebé é apenas uma orientação. De facto, apenas 5% dos bebés nascem efetivamente na data prevista. O nascimento pode ocorrer 14 dias antes ou depois dessa data. Seja gentil consigo mesma e tente relaxar, o que contribuirá para ajudar a reduzir estados de ansiedade na gravidez.

 

Se o parto estiver atrasado, o obstetra poderá sugerir uma indução. Caso fique satisfeita com esta ideia ou, pelo contrário, caso prefira entrar naturalmente em trabalho de parto, o ideal é certificar-se que os seus desejos são conhecidos. É uma boa ideia inclui-los no seu plano de parto. Se o seu bebé não nascer nas 40 semanas, o seu médico será informado e definirá uma data para a indução do parto, geralmente pouco antes de atingir as 42 semanas. Claro que o seu bebé pode nascer naturalmente antes dessa data.

 

Quanto mais aprender sobre o grande dia, mais preparada e menos stressada se irá sentir. Consulte os artigos disponibilizados sobre o 3º trimestre da gravidez, que a ajudarão a relaxar e a viver a gravidez de forma tranquila.

ENP Learn More Background

Investigações recentes já comprovaram que apenas uma pequena parte da saúde futura do seu bebé está relacionada com a genética.


ENP Learn More Separator

Grande parte da saúde futura do seu bebé é influenciada pelo ambiente que o rodeia, incluindo a nutrição. Algo que você pode influenciar.


Descubra todos os artigos relacionados com a sua etapa atual